Aconteceu em Bolly

13.7.17 Carol Batista 3 Comments





Alô alô, fofoqueiros de plantão! Vamos adicionar um pouco mais de cultura inútil às nossas vidas? Hoje temos uma atriz descontente, um ator ainda mais descontente, noivado desmentido, dinheiro devolvido e muito mais. Descubram o que aconteceu em Bolly!

Not happy

Farhan Akhtar está produzindo a série Inside Edge para a Amazon, na qual Richa Chaddha interpreta uma atriz que é dona de um time de críquete. Mesmo após Farhan negar que ela fosse a fonte de inspiração, a comparação com Preity Zinta foi inevitável por a atriz ser dona do time de críquete Kings XI Punjab. E ela não está nada feliz com a forma como a personagem de Richa é mostrada na série. Preity falou um pouco a respeito do assunto durante o lançamento de um aplicativo voltado para a proteção das mulheres.

"Parte meu coração que uma mulher tenha que passar por tudo isso e eu, com todo meu sucesso, trabalho duro e tudo o mais, também tenha que passar por isso. As pessoas farão programas, certo? Elas farão um programa de TV e dirão 'Oh, é baseado em críquete'. Elas mostrarão a mulher como a vadia! Certo! Elas sempre mostrarão a mulher como a vadia, elas nunca terão a coragem para mostrar outra coisa. Mas é o mais aceito, 'bata na mulher', 'viva dependendo dela'. Esta é a psicologia dos homens."

Preity Zinta e Richa Chadda
 Fonte: Bollywood Life.

É festa!

O IIFA 2017 está com os preparativos finais a todo vapor. A edição deste ano da premiação ocorrerá em Nova York e contará com um tributo aos 25 anos de carreira do produtor musical A.R. Rahman, além de apresentações musicais de Alia Bhatt, Salman Khan, Katrina Kaif e Varun Dhawan. A noite da premiação será apresentada por Karan Johar e Saif Ali Khan - duas das pessoas mais bem-humoradas de Bollywood. No mínimo será divertido! O evento ocorrerá no MetLife Stadium de 13 a 15 de julho.

Fonte: Hindustan Times. 

Nem tão cedo

Sonam Kapoor está namorando Anand Ahuja há pouco tempo e os boatos de que estaria noiva são frequentes. A atriz decidiu pôr fim às especulações pelo Twitter:



"Tanta coisa acontecendo neste mundo, mas a minha vida pessoal é tudo o que vocês querem cobrir... #nãoestounoivamesmo #arrumemumavidaperdedores

Fonte: Miss Malini.

Not happy - o retorno
 
Após os longos três anos de produção e mil adiamentos de Jagga Jasoos, o filme ainda consegue trazer novas polêmicas. O responsável desta vez é Govinda, que fez uma participação no filme que foi cortada da versão final. Em seu Twitter, ele esclareceu o acontecido:

"Eu respeito totalmente a família Kapoor. Fiz o filme porque ele [Ranbir] é filho do meu veterano, então peguei o roteiro. Me disseram que o filme seria narrado na África do Sul  e nem cobrei pela minha participação, nem fiz contratos. Eu estava doente e sob medicação, mas ainda assim viajei para a África do Sul e gravei a minha cena. Houve várias histórias negativas apenas sobre o Govinda e é assim que esse filme foi lembrado durante três anos. Fiz meu trabalho como ator e se o diretor não ficou feliz, a decisão é completamente dele."

A participação cortada de Govinda em Jagga Jasoos
 Ranbir Kapoor veio a público e assumiu a culpa pelo problema.

"Infelizmente a sequência inteira foi cortada; a culpa é nossa, do [Anurag] Basu e minha. Nós iniciamos esse filme prematuramente, sem um roteiro completo. O personagem mudou completamente e o filme estava demorando muito. É muito irresponsável e muito injusto escalar uma grande lenda como o Govinda e não fazer justiça ao seu papel. Nós pedimos desculpas, mas foi a melhor coisa para o filme, então tivemos que tirar aquela sequência."
 
Fontes: DNA India, Miss Malini.

Substituição

Os filmes que seriam estrelados por Fawad Khan tiveram que buscar novos atores após o banimento de paquistaneses na indústria. Um deles seria Raat Baaki, no qual Fawad atuaria ao lado de Katrina Kaif. A produção de Karan Johar substituiu Fawad por Salman Khan e o roteiro está sendo adaptado para adequar-se mais a Salman.

Está aí uma substituição das mais esquisitas.

Fonte: Miss Malini.

Apoio fraterno

Lembram da notícia sobre a Katrina Kaif tornar-se produtora para lançar a carreira da irmã, Isabelle Kaif? Não era verdade. Katrina acredita que seria uma péssima ideia porque ela não é produtora e esse movimento provavelmente faria as pessoas acreditarem que ela mesma produzir foi a única forma de sua irmã conseguir fazer um filme.

Mesmo assim, Kat está ajudando a irmã como pode e enviou as audições de Isabelle para o produtor Aditya Chopra e a diretora de elenco Shanoo Sharma, da Yash Raj Films.


Fonte: India Today.

Finalmente

Segundo o jornal Hindustan Times, finalmente o diretor Guy Ritchie encontrou o ator para viver o personagem Aladdin nos cinemas. O escolhido foi o ator Siddharth Gupta, que estreou em Bollywood com Kuku Mathur Ki Jhand Ho Gayi no ano de 2014. A Disney não confirmou e nem negou a escolha. Será?



Fonte: Hindustan Times.

Ninguém sai perdendo

Tubelight não teve um desempenho bom para Salman Khan. O filme teve uma bilheteria de apenas 114.50 crores, bem menos que Bajrangi Bhaijaan e Sultan, que arrecadaram mais de 300 crores cada um. O ator pagará 55 crores para compensar as perdas financeiras que distribuidores e produtores tiveram com o filme.



Fonte: DNA India

De volta pra casa

Lembram de Shenaz Treasury, atriz que participou do sucesso Delhi Belly? Ela passou alguns anos nos Estados Unidos, onde conseguiu bons trabalhos em novelas, filmes e séries, mas agora voltou à Índia e em breve será vista no filme Kaalakaandi ao lado de Saif Ali Khan e Vivek Oberoi.



Fonte: Hindustan Times.

Reunião

Quem mais está um pouco assustada com a ideia de Shahrukh Khan interpretar um anão no próximo filme do diretor Aanand L. Rai (Tanu Weds Manu)? Provavelmente não Katrina Kaif e Anushka Sharma, suas colegas de cena. O filme ainda sem título falará sobre o amor entre pessoas com deficiências físicas e mentais. O trio de Jab Tak Hai Jaan foi reunido para o filme, mas as duas atrizes não terão cenas juntas porque uma entrará quando a outra sair da vida do personagem de Shahrukh. Anushka interpretará uma moça simples de aldeia que é apaixonada pelo personagem de Shahrukh, que por sua vez será apaixonado por uma atriz interpretada por Katrina.

Não faço ideia do que esperar disso.

Aanand L Rai e Shahrukh Khan
 Fontes: DNA India, DNA India.

O eterno debate

Que Bollywood tem uma séria história com nepotismo, ninguém discute. Mas o assunto ultimamente tem sido tópico quase diariamente, com os atores sendo frequentemente questionados a respeito. O último a responder sobre a questão foi Ranbir Kapoor, que foi sincero e disse que é um produto do nepotismo - afinal, sua família está há 85 anos no cinema. O mais recente lançamento da indústria foi seu primo Aadar Jain, que em breve fará sua estreia.

Ranbir e Aadar Jain
Todo o debate sobre nepotismo começou quando Kangana Ranaut acusou Karan Johar de promover o nepotismo durante entrevista no talk show Koffee With Karan. Logo depois Alia Bhatt e Varun Dhawan, ambos filhos de diretores, declararam que eles também têm que trabalhar duro. Varun chegou a dizer que pensa que o nepotismo não existe e Alia declarou:

"Acho que um filho da indústria pode conseguir seu primeiro filme devido ao nepotismo. Mas constantemente conseguir filmes apenas por você pertencer a uma família do cinema não é possível. Não quero citar nomes, mas houve muitos exemplos de filhos e filhas da indústria que vieram e se foram sem conseguir nada." 

Kangana acredita que eles não consigam ver seus privilégios:

"Esses filhos de Bollywood sabem que leva quase 10 anos para construir um público e conseguir uma crítica? Esses filhos da indústria já começam de um ponto onde têm tudo e não estão cientes do fato de que para uma pessoa de fora, pode levar uma vida inteira para chegar àquele ponto de início."


"Eu consegui uma crítica após batalhar por 10 anos e ninguém se importava se eu estava viva ou morta antes de eu me tornar uma estrela. Uma pessoa têm que conquistar suas críticas, então você é privilegiado. Deixe-me pôr deste modo, não é culpa sua. Mas ao mesmo tempo, é uma democracia e não podemos deixar que as pessoas sejam segregadas dessa maneira extrema. Temos que garantir que todos tenham oportunidades iguais."

De que lado você está? Eu concordo com cada palavra da Kangana. 

Fontes: Masala, Times of India

Decisão tomada

Após boatos de que estrearia nos cinemas em um filme produzido por Karan Johar ao lado de Hrithik Roshan, finalmente Sara Ali Khan decidiu sobre seu primeiro filme. A estreia da filha de Saif e Amrita Singh será com o ator Sushant Singh Rajput no thriller Kedarnath, dirigido por Abhishek Kapoor. Sara terá um papel sem glamour. É esperar para ver se teremos um novo talento!



Fonte: Mid-Day.

Aniversário!

Kajol completou 25 anos de carreira e lembrou de como a indústria era diferente antigamente.

"Acho que nem fazíamos contratos naquela época. Havia apenas uma folha que assinávamos ao final de cada filme ou na época do lançamento, e isso se você pedisse. Houve filmes que fizemos sem contratos, apenas na base do aperto de mãos ou por sermos amigos, e não voltávamos a pensar nisso. Fizemos alguns filmes de graça, e sei que hoje em dia isso é chocante. Não cobrávamos um centavo e fazíamos o filme porque os produtores estavam tendo dificuldades para fazer o filme."

Com Kamal Sadanah em seu primeiro filme, Bekhudi
"A maioria dos atores fazia turnos de dia e noite para completar dois filmes ao mesmo tempo - pulando de um set para o outro. Era caótico, mas era divertido [ela ri]. Isto não é porque nos entendíamos melhor com os diretores ou éramos mais compreensivos naquela época. Isto é porque as pessoas agora perceberam que você não consegue fazer tudo. Naquela época, todo filme ia bem. Não acho que havia nada que você pudesse chamar de um grande fracasso. Eram uma época  e um lugar diferentes e todos assistiam a tudo porque não havia outra forma de entretenimento. Agora as pessoas são mais conscientes sobre o que estão fazendo e o que estão dizendo, dentro e fora da tela."

Outra grande mudança é a raridade dos multi-starrers hoje em dia, que eram filmes com muitas grandes estrelas no elenco.

"Ninguém tem mais tanta confiança na outra pessoa para fazer um multi-starrer. É por isso que estou dizendo que definitivamente ocorreram boas mudanças, mas também há mudanças não tão boas. Naquela época, todos eram amigos e se conheciam. Éramos todos companheiros. Conhecíamos as famílias, esposas e filhos uns dos outros. Agora, repentinamente é tudo sobre eu, mim, e eu mesmo...muito mais sobre "eu" como uma marca. Vou trabalhar com outra pessoa? Isso afetará o valor da minha marca? A outra pessoa irá me ofuscar? Então, sim, há muitas inseguranças e considerações a levar em conta agora."
 
A atriz também refletiu sobre mudanças no papel das mulheres na indústria.

"Se falarmos sobre empoderamento feminino, há uma grande diferença na indústria hoje. Temos mulheres em outras funções além de apenas heroínas. Isso por si só mostra o quão progressivo nosso país se tornou. Sempre acreditei que Bollywood tem sido uma das indústrias mais progressivas do mundo. Nós não temos divisões. Nós de fato damos trabalho à pessoas que são talentosas. Temos diretoras mulheres. Há mulheres cuidando das câmeras, funcionárias da produção que são mulheres. Isso é um trabalho difícil que provavelmente faria os homens olharem e falarem 'Sério? Produção?'. Tudo isso é algo pelo qual nós, enquanto indústria, temos que nos orgulhar".

O multi-starrer Kabhi Khushi Kabhie Gham
 Fonte: DNA India.

E por hoje é só. Até a próxima!

3 comentários:

  1. Aquele momento em que você fica espantada com a sinceridade de um Kapoor Oo
    Estava com saudade de ler as tretagens da Kangana rsrs
    Raquel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também fiquei e achei muito legal!

      Confesso que finalizei a coluna e não tinha nada da Kangana nas pesquisas de notícias do mês que fiz. Pensei "não é possível", pesquisei especificamente pelo nome dela e achei isso tudo!Ela não decepciona rs

      Excluir
  2. Esse otimismo todo sobre Bollywood dar espaço às mulheres não me convence. Utopia pura.

    ResponderExcluir

E aí, o que tem a dizer? Deewaneie!

Comentários ofensivos serão excluídos.