Top 5: Músicas de 2013

30.12.13 Carol Batista 0 Comments

A última lista de favoritas do ano aqui do blog foi publicada há 2 anos. Meu interesse pelas trilhas vem diminuindo, já que as canções são todas muito parecidas e as letras não mais ficam dançando na minha mente. Como consequência, passo bastante tempo ouvindo trilhas de filmes antigos ou as dos primeiros filmes a que assisti.

As canções a seguir me marcaram por motivos diversos, mas acredito que apenas as duas primeira posições sejam favoritas. 

5) Nagada Sang Dhol, de Goliyon Ki Raasleela Ram-Leela

Fazia tempo que não ouvia a voz da Shreya Ghoshal em uma faixa tão enérgica. Os filmes do Sanjay Leela Bhansali tem elementos artísticos muito característicos, o que estruturou o vídeo da canção em minha mente antes mesmo de assisti-lo. Parecia claro que haveria um musical grandioso, porém com coreografia mais pesada do que o habitual. A curiosidade venceu: assisti ao clipe e confirmei meu palpite.

Tendo minha cantora favorita, um ritmo intenso e um vídeo que seria um clássico instantâneo, Nagada Sang Dhol tornou-se um belo presente.


4) Dichkyaoon Doom Doom de Chashme Baddoor

Só percebi a grande frequência com que ouvia Dhichkyaoon Doom Doom quando troquei de celular, transferi poucas músicas para o novo e dei por falta de alguma música com "doom doom doom" durante o trânsito nosso de cada dia. Até então não havia notado que aquela melodia simples com letra chiclete era minha companheira diária. Shreya Ghoshal e Ali Zafar deixam quase impossível não embromar no hindi para cantar junto: dichkyaoon doom doom doom doom doom- main aur tum tum tum tum tum!


3) Malang de Dhoom 3

Devo ter conhecido a canção há no máximo duas semanas, mas fiquei impressionada já na primeira vez e ouvi sem parar. É contagiante! Malang não dá vontade de apenas dançar: é música para montar uma coreografia com figurinos exuberantes e apresentar em um pouco iluminadíssimo. Estou ansiosa por ver o vídeo, declarado o mais caro da história de Bollywood, para checar Katrina e Aamir fazendo acrobacias circenses.

Os intérpretes são Shilpa Rao, geralmente destaque nas trilhas do Amit Trivedi, e Siddhart Mahadevan, filho do excelente cantor Shankar Mahadevan. Parece que alguém começou a carreira muito bem...


2) Titli, de Chennai Express

Meu entusiamo por Titli ficou claro na resenha de Chennai Express. É a canção romântica mais suave que ouvi nos últimos anos; talvez só podendo ser comparada a Mahek Bhi. Tinha certeza de que sua intérprete fosse a Shreya, mas qual não foi minha surpresa ao descobrir o engano? A competente cantora é Chinmayi, que seguramente criou um clássico romântico com o cantor Gopi Sunder.


1) Kashmir Mein Tu Kanyakumari, de Chennai Express

Ouvir e assistir a Kashmir Main foi uma grande experiência. Já estava ensaiando meu "retorno" aos filmes com uma ou outra obra, mas foi esta canção que tornou a situação real. As vozes de Sunidhi Chauhan, Arijit Singh e Neeti Mohan estão em plena sintonia. A alegria de Shahrukh e Deepika dançando, a melodia divertida, os sáris, tigres (!) e a explosão de cores eram tão familiares que me levaram às lágrimas. Eu havia voltado para casa. Com tantos elementos alinhados, o único lugar que uma música tão significativa poderia ocupar é o primeiro.

0 comentários:

E aí, o que tem a dizer? Deewaneie!

Comentários ofensivos serão excluídos.