Top 10: Músicas de 2011

28.12.11 Carol Batista 0 Comments

A última lista de músicas favoritas que fiz para o blog foi há um ano, e só de músicas antigas (já virá o próximo). Desta vez, vou listar dez músicas que ouvi bastante em 2011, todas de filmes do ano. Evitei usa a palavra "favoritas" no título do post porque este não foi um ano em que eu tenha me apaixonado por muitas músicas. Foi até difícil pensar em dez. Quase todas podem ser encaixadas na categoria "gosto bastante", mas amor mesmo aconteceu pouco. Nem reclamo muito dos rumos que Bolly anda tomando, mas ó...tem que ver issaê.

Menções honrosas: Mit Jaaye Gham (Dum Maaro Dum) e Ooh La La (The Dirty Picture)

Amantes da boa música, não me matem pela presença de Mit Jaaye Gham, versão de 2011 que assassinou Dum Maaro Dum, uma das músicas mais clássicas da Asha Bhosle. Minha relação com a música é positiva porque quando vi que o Pritam ia fazer um remix de um clássico e que este se tornaria um item number da Deepika, tive certeza de que coisa boa não iria sair. Daí vi, ri e me apeguei à música. Não consigo levar a sério.

E eu gosto da Anushka Manchanda.



Agora, Ooh La La. Comecei a ouvir a trilha de The Dirty Picture há poucos dias e logo caí de amores (como todo o resto do mundo) pela faixa. Como não vejo clipes antes dos filmes, só espero que seja muito bom. De todo modo, tá viva, tá brilhante, tá retrô, tá disco! Sinto que virá muita coisa boa depois desta música.



Obs: é tão estranho postar um vídeo que não conheço. E nem verei tão cedo.

Agora, vamos à lista!

10) Yeh Saali Zindagi (Yeh Saali Zindagi)

Quando vejo esta música aqui, ganho mais certeza de que sou brega. Lembro de ficar chorando tristemente pensando no personagem do Imran Khan no filme e em como ele mesmo não queria ser tão adorável quanto acabou sendo. O que mais gosto na canção são os vocais fortes do trio Sunidhi, Shilpa Rao (que adoro desde Dev.D) e Kunal Ganjawala. Os três tem vozes doces, especialmente o Kunal, que logo são quebradas pelo refrão mais pesado. Não é uma música que eu consiga ouvir todos os dias porque cansa facilmente, mas gostei já na primeira vez. Enfim, uma bela canção de um filme que deveria ser mais visto.



9) Madhubala (Mere Brother Ki Dulhan)

A música mais animada e mais brilhante da trilha de MBKD! Me apeguei facilmente e logo já estava fazendo coreografias pela casa. Todos amam a voz do Ali Zafar nela, mas, sinceramente...sempre imagino que seria melhor com outra pessoa — Sukhwinder Singh, para ser específica. Tenho uma certa birra com o vídeo porque imaginava que haveria a Katrina vestida de Madhubala correndo e brincando por aí, mas os produtores de Bollywood não apostam em nada do que sugiro. Tudo bem, sempre serei grata ao filme por deixar claro o potencial da Kat.



8) Tai Tai Phish (Chillar Party). 


Eu já ouvia bastante, mas nos três últimos dias inventei até uns passos estranhos para ela (meus pobres ombros reclamam). Uma das músicas mais legais do ano e o primeiro item number do Ranbir Kapoor, tão divertido e maluquinho quanto ele! Adoro a batida, o Ranbir se divertindo e dançando daquele jeito que diverte tanto (lembrei de Small Town Girl) e a criançada curtindo.




7) Ik Tu Hi Tu Hi (Mausam)

Oh, céus, provavelmente a música mais doce da lista. Foi a primeira de que gostei na trilha de Mausam e encaixa-se perfeitamente no clima do filme: suave, romântica, até dramática. É bem o tipo de música para quem acredita que há aquela pessoa a quem você pertence e que pertence a você, ambos sendo únicos um para o outro. Ou seja...nada a ver comigo *trollface*



6) Sajh Dhaj Ke (Mausam)

Preciso colar o post de Mausam aqui para dar as razões? SHAHID KAPOOR NO PUNJAB, GENTE! E adoro a letra, que fica zombando do NRI que só via defeitos no nosso amado Punjab. Divertida, engraçada, coreografia e dançarinos sensacionais, belas cores, tudo de melhor de Bollywood! É, me animei agora. E adoro quando o Shahid faz playback do Mika Singh.



5) Laung Da Lashkara (Patiala House)

Basicamente toda a descrição de cima. Só troque o Shahid pelo Akshay e adicione a Anushka Sharma, que adoro. Foi a primeira música de que gostei no ano, pela alegria e clima familiar. Só as luzes muito fortes do clipe que me irritam um pouco, mas não há incômodo que não seja aliviado com um rap da Hard Kaur.



4) Sadi Gali (Tanu Weds Manu)

Certo, não tinha notado que eu estava tão viciada em músicas/clipes com clima punjabi. De todo modo, esta é a melhor de todas. Não entendo de vozes tradicionais, mas a do Lehmber Hussainpuri me parece ser tão punjabi (Wikipedia confirmando)! Talvez por isto seja a minha canção favorita do ano dentre todas com clima punjabi: a voz dele é a que mais me transporta para lá.



Obs: li aqui que esta canção havia sigo gravada por ele antes de ser incluída no filme, então não foi criada tendo em mente a história. Isto me consola, já que não tenho a menor lembrança dos clipes do filme...só lembro de morrer pelo Madhavan a cada segundo.

3) Dua (No One Killed Jessica)

Legendei No One Killed Jessica bem no início do ano e chorei ao traduzir cada linha de Dua. Além da beleza da letra, a mensagem de união e solidariedade que o clipe transmite me toca muito. A sério: fico arrepiada a cada vez que ouço. Um dos melhores trabalhos do Amit Trivedi, meu ídolo. E NOKJ é um filme que me inspirou a ser uma pessoa melhor.



2) Aitbaar (No One Killed Jessica)

Enquanto Dua traz uma doce tristeza, Aitbaar me lembra a frustração, indignação, decepção e garra. Esta música me faz sentir uma estranha força, talvez sugerida pelo próprio vocal. Gosto de toda a trilha de NOKJ e já tinha minhas preferidas quando repentinamente me peguei ouvindo Aitbaar todo dia, toda hora. E tanto cresceu no meu conceito que está no 2º lugar. Esta posso chamar de favorita, e com muito orgulho. Grande, gigante Amit Trivedi! Um dos maiores presentes que a Índia me deu nos últimos tempos foi o talento dele.



1) Character Dheela (Ready)

É muita falta de vergonha minha coroar um item number de um filme do Salman Khan como minha música do ano depois de duas músicas do Amit Trivedi em sequência, mas devo honrar o nome deste blog e confessar minha loucura. Sou fascinada, encantada, quase desesperada por Character Dheela. Quando estava vendo o filme, logo levantei para dançar e quase não consegui prestar atenção ao clipe de tanto que me divertia.

Queria me sentir ofendida com o Salman Khan sentado enquanto é rodeado por mulheres rebolativas, mas nem isto consigo quando esta bendita música começa a tocar. Logo eu, que reclamo tanto dessa mania de inglês em tudo que é música, que me incomodo com essas tentativas de rap, que detesto o Salman Khan, logo eu...amo uma música que contém a frase "the way your body move, tik tik tik tak"! Bom, aprendi uma lição: posso ler o quanto quiser e teorizar de tudo, mas no fim, sorrio mesmo para o que me diverte mais. E que as moças cheias de curvas dominem. Arrasa, Zarine!

0 comentários:

E aí, o que tem a dizer? Deewaneie!

Comentários ofensivos serão excluídos.