Top 10: Músicas antigas mais ouvidas em 2011

29.12.11 Carol Batista 0 Comments

Amante dos clássicos como sou, aqui estou fazendo minha segunda lista das músicas de filmes antigos que mais ouvi e gostei em 2011. Diferentemente da lista de canções atuais, esta foi muito fácil de montar. Foi só pegar os filmes antigos que vi neste ano, que logo pensei nas minhas canções preferidas. Para minha surpresa, dois filmes dominaram a lista, o que reforça meu amor por suas trilhas. E para quem lê isto aqui, todas as músicas já foram citadas em outros posts.

10) Chanda Hai Tu, Mera Suraj Hai Tu de Aradhana (1969)

Falei há pouco tempo sobre Aradhana e meu encantamento com esta música. Com uma letra doce e sensível, para mim é muito difícil não me apaixonar por músicas de mãe para filho. Além de ser uma das gravações em que a voz da Lata está mais bonita, a ternura com que a Sharmila olha para a criança no vídeo é adorável. Não importa se entenderem hindi ou não: quando tiver filhos, aprenderei a cantar esta música para que eles cresçam com a lembrança.



9) Logon Na Maron Ise  de Anamika (1973)

Asha Bhosle, minha diva! Foi em Anamika que percebi o quão graciosa e espirituosa era a Jaya Bachchan quando mais nova, e esta música é a que melhor este espírito alegre. Sinto que a Asha era melhor que a Lata para canções alegres, vide item numbers da Helen.



8) Har Dil Jo Pyar Karega de Sangam (1964)

Esta música nem me chamou muito a atenção enquanto estava vendo o filme, mas não foram poucas as vezes em que me peguei girando pela casa e fingindo que eu era o Raj Kapoor, totalmente cego ao clima rolando entre os personagens da Vyjayanthi e do Rajendra. A alegria dele é tão fofa! É engraçado como a gente se acostuma a pensar na voz do Mukesh como pertencendo ao Raj.



7) Parda Hai Parda de Amar Akbar Anthony (1977)

Rishi Kapoor. Neetu Singh. Amitabh Bachchan ocasionalmente fazendo gracinhas. Mohammed Rafi. Céus, como a voz do Rafi faz falta em Bollywood!



6) Bahon Mein Chale Aao de Anamika (1973)

O que mais gosto neste clipe é o tom de brincadeira, a sensação de que a Anamika e o Devendra estão num mundo próprio na madrugada, mundo este que deve ser mantido em segredo. E mesmo que a Jaya esteja pedindo a ele para ir para os seus braços, ela mais uma vez consegue ser totalmente fofa. O sorriso dela não é lindo demais?

Obs: estão reclamando muito da tradução nos comentários, então desconsiderem.



5) Mujhe Kuch Kehna Hai de Bobby (1973)

Parece que gosto muito de músicas fofas. Esta é especial por ter um casal realmente jovem cantando sobre o amor adolescente, então passa um pouco mais de realidade aos sonhos de Raj Kapoor. Gosto do ritmo ora animado, ora mais calmo e da letra tão inocente. Por sinal, acho que foi a primeira vez que ouvi uma música com o Shailendra Singh como cantor principal.

Infelizmente, é como eu estava dizendo ao Pedro esses dias: comigo, não iria funcionar. Se quero muito dizer algo, a outra pessoa também quer e ela diz "você primeiro", já falei antes da outra perceber que eu tinha estragado a brincadeira. Não poderia atuar nos filmes do Raj, tsc.




4) Bol Radha Bol Sangam Hoga Ke Nahi de Sangam (1964)

Sangam e Raj Kapoor outra vez enchendo a lista. Esta música gruda como chiclete na cabeça e o clipe é basicamente sobre como o Sunder é tão insuportável que persegue a Radha até no rio (reparem que ela não parece feliz). Mas vicia, tanto que tive de ir atrás  só porque estava tão fixa na minha cabeça que a única solução para arrancá-la de lá me pareceu ser ouvir até não aguentar mais. Ouvi muito e ainda estou aguentando.



3) Anhoni Ko Honi de Amar Akbar Anthony (1977)

Este clipe me faz perceber o quão estranho é o meu senso de humor. Não rio de quase nada que os filmes indianos dizem ser engraçado, mas não aguentei quando vi Vinod, Rishi e Amitabh disfarçados e fazendo altas dancinhas. O Amit com aquela cara de quem está zombando da gente, o Rishi rebolando vestido de velhinh, o Vinod com uma expressão cômica que não consigo ligar a ele — que é meu símbolo sexual da velha Bolly. Além do clipe ser esta alegria toda que tanto me agrada, o ritmo da música é muito gostoso. Eterna favorita!



2) Yeh Mera Prem Patra Padh Kar de Sangam (1964)

Como explicar o quanto amo esta música? As lágrimas (tão irritantes) que vem sempre que ela começa? A vontade que sinto de deitar quietinha a toda vez que ela começa, porque é bonita demais para não receber minha total atenção? Os suspiros ao lembrar do Rajendra e suas flores a cada palavra cantada pelo Rafi? Não tem como. Parecia que cada sentido meu tinha sido tomado por ela quando vi o clipe. Para mim, é simplesmente uma das canções mais bonitas de toda a história de Bollywood, e uma das maiores pérolas do Rafi. Apenas apreciem, não sei nem por que estou falando tanto.



1) Humko Tumse de Amar Akbar Anthony (1977)

A luta entre ela e Yeh Mera Prem foi grande, mas acabei escolhendo-a por número de execuções (valeu, Last. Fm!). O que tem de especial? Bem, três casais lindos declarando amor ad eternum. Como falei no post de AAA, tem o casal novo hiperativo que dança sobre trens, o meio-termo que faz suas gracinhas na carruagem e o maduro que fica em casa mesmo. Parece pouco, mas definitivamente não é. Para mim, é um dos clipes mais completos de Bolly e faz o que poucos vem conseguindo, que é transmitir o estado de espírito em que se encontram os personagens do filme. Como em todo bom masala, as coisas acontecem meio rápido em AAA. Então, nada melhor que uma canção para mostrar que os três casais estavam apaixonados! Só que isto não é apenas dito, é também visto pelo modo como cada casal interage.

Linda, divertida, romântica sem ser boba, completa: esta é a minha Humko Tumse. Primeiro lugar!



Ps: Placar final - Amar Akbar Anthony (3), Sangam (3) e Anamika (2)!

0 comentários:

E aí, o que tem a dizer? Deewaneie!

Comentários ofensivos serão excluídos.