Aconteceu em Bolly

16.1.16 Carol Batista 9 Comments



Hoje foi um dos dias mais pesados da coluna. Tem tanto climão que fica até difícil enumerar: gente falando mal do filme alheio, violência contra a mulher, traição, separação e processo. Apertem os cintos, peguem um copo d'água e descubram tudo o que aconteceu em Bolly!

- Climão

Sempre válido começar a coluna de fofocas com um pouco de climão. O de hoje foi proporcionado por Juhi Chawla, que respondeu o seguinte ao ser perguntada se já havia assistido a Dilwale:

"Eu não ouvi muitas coisas boas sobre o filme. Então, pensei em deixar passar. Está tudo bem. Mesmo se eu não assistir, não faria diferença."




Fonte: NDTV.


- Violência

Kangana Ranaut é uma das poucas atrizes que fala abertamente sobre o lado feio da indústria. No lançamento do novo livro de Barkha Dutt, ela contou sobre ter sido agredida fisicamente no começo da carreira:

"Foi uma época muito dura e difícil. Eu fui agredida fisicamente. Eu me senti presa em uma armadilha.  Você sente que as pessoas podem lhe ajudar. Não existem almoços grátis. Mas quando você está indo, você cai nessa."

Kangana também falou sobre ter sido perseguida e agredida por um homem da indústria que era seu mentor e padrinho:

"Este homem, que tinha a idade do meu pai, me bateu com força na cabeça quando eu tinha 17 anos. Eu comecei a sangrar. Eu tirei minha sandália, bati com força na cabeça dele e ele também começou a sangrar. Registrei uma denúncia contra o homem. Ele não foi punido. Ele foi advertido para parar de me perseguir. Eu nunca havia me testado em situações tão extremas antes."


- O climão nunca acaba

Muito se especulou sobre Susanne Khan aparecer ou não no aniversário de seu ex-marido, Hrithik Roshan. Sussanne não compareceu à festa e disse que nem mesmo foi convidada, pois ela e Hrithik não se convidam para os aniversários um do outro. Sussanne também contou que a relação entre eles é boa no que se refere aos filhos do casal e que eles são a prioridade dos dois.

Fonte: Bollywood Hungama.


- Ele e ela

A cada imagem liberada de Ki & Ka, mais se animam os fãs de Kareena Kapoor e Arjun Kapoor. A comédia romântica será sobre um casal cujo casamento desafia os papéis de gênero impostos pela sociedade indiana. A estreia está prevista para abril e o filme terá participação especial de Amitabh e Jaya Bachchan.




- Ex- amigos

O diretor Abhishek Kapoor (Rock On, Kai Po Che) entrou com um processo contra Farhan Akhtar no ano passado. Abhishek dirigiu Rock On em 2008 e disse que já vinha trabalhando em ideias para a sequência, que será lançada este ano pela produtora de Farhan com outro diretor. A produtora de Farhan deu créditos no roteiro apenas para o roteirista Pubali Chaudhuri. Abhishek venceu o caso e foi colocado como roteirista do filme. Desde então, sua relação com Farhan não foi mais a mesma.

Fonte: Hindustan Times.


- Infidelidade

Em breve os atores Pulkit Samrat (Jai Ho, Dolly Ki Doli) e Yami Gautam (Vicky Donor, Badlapur) estrelarão o filme Sanam Re, no qual fizeram o casal principal.  Seria apenas mais um filme esquecido pelo público, não fosse pelas intensas fofocas de que os dois estavam tendo um caso. A dúvida começou a virar certeza quando Pulkit se separou de sua esposa, Shweta Rohira. Shweta disse que o marido decidiu separar-se dela por causa de sua família e que aceitou o fato por conta disso. Ela negou o suposto caso dele com Yami e deu a provocativa declaração:

"Eu conheço meu marido e Yami é a última pessoa com quem ele gostaria de estar envolvido. De fato, ele nem mesmo queria fazer filmes com ela - ele atuou com atrizes melhores. Oito anos atrás, ele fez um vídeo musical com ela e naquele tempo ele nem estava falando com ela. Yami sempre teve os olhos nele, mas Pulkit nunca foi a fim dela. Até agora, quando foi oferecido a ele Junooniyat e Sanam Re, ele não queria fazê-los. Fui eu que disse a ele que estava tudo bem fazer Junooniyat com ela. Em Sanam Re, inicialmente, uma outra garota (uma amiga minha) foi considerada, mas no último minuto desistiu e Yami entrou. Mas eu amei a história e tinha total fé na Divya (Kumar, diretora), então insisti para Pulkit fazer o filme. Sei que não está acontecendo nada entre eles."



Salman Khan considera Shweta como uma irmã e teria orientado Pulkit a deixar Yami e dar uma nova chance ao seu casamento. Parece que Pulkit não o ouviu, pois o rumor atual é de que ele e Yami estão muito apaixonados e pretendem se casar.

Às vezes os desconhecidos rendem as melhores histórias, não?



- Escolha feita

Nem Deepika, nem Parineeti, nem todas as pessoas cogitadas pela imprensa. Quem será a protagonista do próximo filme de Salman Khan é Anushka Sharma. Anu interpretará uma pugilista em Sultan e o papel será totalmente sem glamour. Ela está muito animada para o papel e já começou a treinar. Ela será uma das atrizes que trabalhou com os três Khans: com Shahrukh em Rab Ne Bana Di Jodi  e Jab Tak Hai Jaan, com Aamir em PK  e agora com Salman em Sultan.




Fonte: Hindustan Times.

- E a guerra continua

Todas ficaram chocadas com a história da rivalidade entre Kangana Ranaut e Deepika Padukone que foi postada aqui na semana passada. As duas nunca haviam falado em público sobre isso...até agora. Em entrevista à Filmfare, Deepika foi questionada sobre a inimizade e respondeu:

"É apenas unilateral. É irrelevante. É realmente irrelevante. Eu tenho coisas demais acontecendo na minha vida, então o que as pessoas dizem, o que as pessoas fazem, o que as pessoas pensam é realmente irrelevante."

Não bastasse finalmente uma delas admitir isso em público, Kangana respondeu ao comentário da seguinte forma:

"Realmente? Ela disse isso? Então por que ela faz essas ligações desesperadas para pintar uma realidade paralela e me envia mensagens maliciosas intermináveis para me convidar para os lançamentos e festas dela? Bem, ela parece bastante interessada nas coisas irrelevantes :))"

Nada a dizer além de: mermão, a coisa ficou séria agora.



Fonte: Miss Malini.

- Será que acabou o amor ? - parte 209839

Lá vem a mesma história de novo: Ranbir Kapoor e Katrina Kaif teriam terminado o namoro. Fontes próximas a Ranbir disseram que ele se mudou de volta para a casa dos pais há dois dias e que Katrina estaria morando sozinha no apartamento que era deles. A tal fonte disse:

"Eles tinham muitas diferenças não resolvidas. Apesar de os dois estarem tentando fazer a relação funcionar há mais de um ano. Katrina estava claramente desconfortável com a proximidade de Ranbir com a ex, Deepika Padukone, durante as promoções de Tamasha e até mesmo deu uma entrevista explosiva para uma revista (leia aqui) onde insinuou que Ranbir estaria incerto de suas escolhas. Katrina queria constituir família. Eles têm tidos muitos desentendimentos e o último foi quando Ranbir saiu do apartamento deles em Bandra, Mumbai, para voltar para a casa dos pais. Katrina também saiu do apartamento e está ocupada promovendo seu próximo filme."

A foto feliz que vimos no Natal dos Kapoor teria sido a última tentativa de salvar seu relacionamento, mas todos notaram a ausência da mãe de Ranbir na foto. Teria sido a forma de Neetu mostrar sua desaprovação ao casal, que tem sido especulada pela imprensa desde o começo do namoro.





- Direitos

Um dos poucos atores a apoiar abertamente a luta LGBT, Imran Khan foi convidado a falar sobre um assunto em uma conferência na prestigiada universidade de Harvard. Imran disse que sempre apoiará a comunidade LGBT  está muito honrado com o convite.


- O divórcio mais feio da cidade

O divórcio de Karisma Kapoor e Sunjay Kapur só fica mais pesado e agressivo. Na petição do divórcio, Sanjay diz que Karisma se casou com ele de forma calculista pelo seu dinheiro e para ter um estilo de vida extravagante. Também está registrado que o casamento aconteceu apenas como uma substituição após ela terminar o noivado com Abhishek Bachchan. Sanjay disse que Karisma falhou como esposa, nora e mãe, além de ter tentado retratá-lo como um alcoólatra traidor após o fim do casamento, quando na verdade ela que teria tido um caso.


Sabe quando a coisa ainda pode piorar? Randhir Kapoor, pai de Karisma, ficou indignado com as declarações do ex-genro. Em entrevista, declarou:

"Todos conhecem nossas credenciais. Nós somos Kapoors. Nós não precisamos correr atrás do dinheiro de ninguém. Fomos abençoados não apenas com dinheiro, mas nosso talento pode nos sustentar pelo resto de nossas vidas.

Sunjay é um homem de terceira classe. Eu nunca quis que a Karisma se casasse com ele. Ele tem a depravação dentro dele e nunca se importou com a esposa. Ele não tem se importado com ela e vivido com outra mulher. A Délhi inteira sabe como ele é. Eu não gostaria de dizer mais nada além disso."
Bom, acho que o suficiente já foi dito.


- Olha o processo

O partido nacionalista Hindu Mahasabha registrou uma denúncia contra Salman Khan e Shahrukh Khan. Durante o programa Big Boss, apresentado por Salman, os dois atores usaram sapatos dentro de um templo hindu. O presidente do partido declarou que ninguém deve entrar em lugares religiosos com os sapatos e que levar isso ao ar foi insensível, pois feriu os sentimentos das pessoas religiosas. Como o canal não respondeu e e a polícia não fez nada sobre o assunto, o Hindu Mahasabha entrou com um processo contra os atores, o canal e o diretor do programa.


- Ela de novo

A estrela da coluna hoje foi Kangana Ranaut, então nada mais justo que terminar com uma entrevista sua. Ela compartilhou sua visão sobre 2015 e seus planos futuros:

"Foi um ano muito importante para mim. O que as pessoas vêem é apenas o gráfico da sua carreira e o filmes que você faz. Mas este é um aspecto muito pequeno da minha vida. Acabei de começar a construir uma pequena casa em Manali (Himachal Pradesh). Isto sou eu voltando às minhas raízes. Colocar o primeiro tijolo da minha casa foi uma decisão importante. Eu tenho uma casa em Mumbai, e eu poderia ter tido uma casa em qualquer lugar do mundo. Mas as pessoas de Himachal me chamaram de 'a filha de Himachal'. Eu fiquei realmente impressionada com o amor que recebi do meu povo. Além disso, representei a Índia numa plataforma internacional e fui chamada de 'o rosto da nova Índia'. Este também foi um ponto de virada crucial. Eu quero fazer mais coisas assim e não ficar presa apenas na atuação. No último ano vi muitas facetas se abrindo para eu poder crescer. Eu sempre quis fazer agricultura orgânica, então iniciei uma fazenda em Manali agora. Eu sempre quis ser oradora. Não me acho ótima nisso, mas ainda assim compareci ao Leadership Summits organizado pelo Hindustan Times. Eu quero falar sobre as coisas. Então, 2015 foi maravilhoso. Na carreira, foi muito balanceado."

Ela não fugiu do assunto principal dos últimos tempos: sua relação com outras atrizes contemporâneas.

"Elas plantaram histórias e criaram armadilhas. Eu condenei essas armadilhas abertamente e reclamei por conspirarem. Elas tentaram sabotar meus acordos de negócios e miraram na minha posição como artista, quando eu estava exigindo um certo preço...então falei publicamente, enquanto poderia simplesmente ter aproveitado meu tempo e focado no meu trabalho. Eu estava preocupada demais com calar as bocas das pessoas. Olhando para trás, eu sempre me arrependerei de ter feito isso, mas ao mesmo tempo, esta sou eu. Eu tenho muito a aprender na vida. Não posso me deixar levar. Eu ingenuamente caí na armadilha. Apesar disso, sinto que a verdade sempre persiste e essas coisas eventualmente não vão a lugar nenhum. Disto isto, eu poderia ter lidado com isso com muito mais calma, em vez de ficar tão nervosa."

Questionada sobre se ser honesta não era a melhor opção, ela discordou:

"Eu não concordo. Quando cheguei a esta cidade, eu entendi que não tinha ninguém por mim e que seria melhor eu fazer tudo com muita convicção. Eu não tinha nada em que me apoiar. Então, eu tinha que estar certa. Quando você é uma garota solteira e não tem um pai rico e influente, ou não tem um homem que a patrocine, você tem que ser perfeita. Esta foi a única forma pela qual pude sobreviver, porque se eles encontrassem uma falha em mim, eles me crucificariam. Há pessoas que mirarão em você e só Deus sabe o que farão a você porque são tão invejosas. Então, a única coisa na qual você pode se apoiar em tempos difíceis é no fato de que você é correta, honesta e eles não podem provar que você está errada. Então, isto é muito importante para mim. Estou confortável com os valores que sigo."

Ela não comparece à cerimônias de premiação, o que praticamente anula suas chances de vencê-las. Mas não está nem aí:

"Está tudo bem. Eu sei das consequências das minhas decisões. Eu disse não para as maiores marcas. Então quando digo não a algo, sei quantos negócios perderei. Não ir à cerimônias de premiação não é somente sobre não receber prêmios. Quando você se coloca contra o sistema, você ofende muitas pessoas influentes. Podem ser presidentes de empresas influentes, editores, organizadores e também os seus amigos. Você perde tantas relações e contatos importantes em tantos níveis. Obviamente, os prêmios são a coisa menos importante. De toda forma, quem comparece às cerimônias leva os prêmios. Não é mais significativo."

Por fim, ela deixou claro que sabe bem quem é e quem não gosta, que se vire.

"Sinto que nós, enquanto indianos, temos um gosto por personalidades estereotipadas, chorosas, que buscam simpatia. Sinto que precisamos promover talentos excêntricos, descolados e jovens. Temos que parar de propagar o ângulo das histórias tristes das celebridades, em que tentam ser maiores que a vida. Isto está muito ultrapassado. É tão chato que faz dormir. As expectativas sobre mim são de ser santa e devotada, o que não sou. Você tem que aceitar o fato de quem sou a mulher de hoje. Sou totalmente durona , não uma santa. Recuso-me a me tornar uma."



Até a próxima semana, bollys!

9 comentários:

  1. Mesmo se eu não assistir, não faria diferença.
    G É N T É.
    Minha opinião sobre os últimos filmes do SRK resumidos numa frase linda. Obrigada, Juhi.

    Ki & Ka: Ki bosta e aKaba logo. Perdão, não resisti.

    Quem é Kangana na fila do pão? Acho que ela está querendo causar em cima de alguém que nem tinha nada a ver com a história. Moça encrenqueira, não?

    Ranbir crianção, as always. E dá-lhe pai Kapoor!

    Gosto da moça Ranaut, mas sem gostar. Definirei isso mais à frente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ops. Cê Abe que é a Isa, né?

      Excluir
    2. A ideia do Daniel esbanjando conhecimento em Bollywood estava tão divertida...

      Também acho que Ki & Ka será ruim à la qualquer filme recente sobre "relacionamentos modernos". Sendo menos pior que Shuddh Desi Romance, já estará bom.

      A Kangana tem uma posição que eu admiro, que é a de ser sincera e de viver de acordo com as próprias regras. No âmbito pessoal, parece ser insuportável. É assim que eu gosto desgostando dela! Acredito que a Deepika provavelmente deve ser bem mais maliciosa que ela, mas na surdina. Aí quando vemos a Kangana tretando em público e a Deepika sendo fina, ela que fica com fama de barraqueira. Deepika que está certa, tem que ser falsa escondido mesmo.

      Excluir
  2. Eu achei a resposta da Juhi normal. Ninguém é obrigado a ver um filme. Destaque fica para a falta de assunto de quem fez a entrevista rsrsrs...

    "Todos conhecem nossas credenciais. Nós somos Kapoors" Frase de quem se acha intocável...Lamentável :(

    Raquel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A resposta da Deepika é normal numa conversa entre amigos, mas falar para jornalistas que não ouviu boas coisas sobre o filme de alguém é certeza que vão achar deselegante. O mundo é feito de aparências e Bolly tem 7 camadas delas, rs.

      Essa declaração do Randhir me lembrou aqueles senhores dando carteirada e perguntando "você sabe com quem está falando?". Fora isso, entendo a indignação ao ler tantas ofensas direcionadas à sua filha.

      Excluir
    2. *resposta da Juhi. Deepika demais na minha cabeça ultimamente!

      Excluir
    3. Então acho que eu seria a Kangana de Bolly #mesegura KKKKK....

      Quel

      Excluir
  3. Mais um excelente texto! Muito obrigada Carol.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, como sempre, carinhoso! :)

      Excluir

E aí, o que tem a dizer? Deewaneie!

Comentários ofensivos serão excluídos.