Aconteceu em Bolly

30.1.16 Carol Batista 5 Comments


A epidemia de separações em Bollywood não está dando trégua. Nesta semana temos duas possíveis separações na mesma importante família! Também há penetra de festa, gente comentando o prêmio alheio e briga de ex. De quebra, muitos trechos de uma entrevista com nossa diva Deepika. Saibam tudo o que aconteceu em Bolly!

- De novo?


Já parece epidemia: há rumores de que Malaika Arora Khan e Arbaaz Khan irão se divorciar. Os dois apresentam juntos o programa Power Couple e Malaika não tem mais aparecido no programa. Ela teria saído de casa e levado junto Arhaan, filho do casal.




Fonte: India Today.

- Ki & Ka

Arjun Kapoor falou sobre seu papel em seu próximo filme com Kareena Kapoor, Ki & Ka. Ele será dono de casa no filme, enquanto Kareena trabalhará fora. Parece muito legal!

"O filme fala de um rapaz que acredita que donas de casa não têm o crédito merecido. Se você não tem estabilidade em sua vida profissional por meio do seu parceiro, então não consegue alcançar nada profissionalmente. Donas de casa gerenciam a casa e sacrificam muita coisa, mas muitas pessoas esquecem disso. O cara do filme quer estar em casa porque acredita que as mulheres constroem a casa e realizam sonhos. É uma questão muito emocional.

A conversa que iniciamos em Ki & Ka tem surgido há um tempo em escritórios, em casas. Têm havido conversas sobre igualdade. Ki & Ka de uma forma muito doce diz que se você tem talento, então o gênero não importa. Se um homem está seguro o bastante para permitir que sua parceira saia e se expresse e se ele não é tão ambicioso quanto ela, ele também pode ser dono de casa. Não há nada de errado nisso."

Mas Arjun sabe que as reações podem não ser as melhores.

"As mulheres que querem trabalhar devem ter a chance de fazer isso. Se você decide trabalhar mesmo após se casar, então os homens devem permitir que isso aconteça. A escolha é da mulher se ela quer continuar, não deve ser forçada. Tomara que o filme crie conversas, estou certo de que haverá muitas pessoas com reações extremas a ele, mas desde que as conversas comecem, é bom."






Fonte: Bollywood Life.

- 100 limites

Rishi Kapoor, essa figura tão maravilhosa quanto grosseira, nos deu mais momentos divertidos com seus comentários mordazes. Recentemente Parineeti Chopra recebeu o prêmio de Ícone de Estilo do Ano na revista Stardust e ele comentou:

"Não acreditei quando recentemente deram um prêmio à Parineeti Chopra por perder peso. Alguém por favor pode me dar um prêmio por ganhar peso?"

Rishi também postou uma foto sua com Alia Bhatt e comentou:

"LOL, sou a Alia Bhatt nos anos 70"




- Briguinha de ex

Após o término de seu casamento com Sussanne Roshan, existiram boatos de que Hrithik Roshan e Kangana Ranaut tiveram um rápido relacionamento e que este teria sido um dos pivôs do divórcio. O ator negou tudo na época, mas uma entrevista de Kangana esta semana voltou a trazer a história aos holofotes. A atriz foi questionada sobre o rumor de que Hrithik a teria tirado do elenco de Aashiqui 3 (qual é a necessidade desse filme?) e respondeu o seguinte:

"Sim, muitos rumores sujos têm rolado, até um idiota pode dizer de onde esses rumores estão vindo. Eu não sei por que os ex fazem coisas bobas para conseguir a sua atenção. Para mim este capítulo acabou e eu não remexo em túmulos."

Como resposta, Hrithik tweetou:

"Há mais chances de eu ter um affair com o Papa do que com as muitas (estou certo de que são maravilhosas) mulheres que a mídia tem nomeado. Obrigado, mas não, obrigado."

Kangana não deixou por menos:

"Não, não estou magoada. Eu respeito a opinião das outras pessoas. É muito normal que uma pessoa tenha uma perspectiva diferente da outra sobre a mesma situação ou sobre o passado. Mas então, assuma sua posição. Não fique furtivamente perseguindo as pessoas e espiando-as, caçando-as. Então nós fechamos o acordo e seguimos em frente."

Uou!






- Detetivões 

Mais uma para os nossos detetives virtuais, já que vocês gostaram do último:

"Essa atriz recém-magra está chateada com seu mentor. A razão é que a garota estava de olho em um papel ao lado de um superstar que está sendo produzido pelo estúdio. Mas ela foi surpreendida quando foi anunciado que outra atriz (que também foi descoberta pela mesma produtora) foi contratada para este cobiçado papel. Agora esta atriz está de olho no próximo filme da franquia de um blockbuster que também está sendo produzido pelo mesmo estúdio. Mas este filme não entrará em produção tão cedo."

Recém-magra é a parte mais fácil = Parineeti Chopra
Mentor = Aditya Chopra
Produtora = Yash Raj Films
Superstar = Salman Khan
Filme = Sultan
Outra atriz = Anushka Sharma (que também foi lançada pela Yash Raj com Rab Ne Bana Di Jodi)

De fato, surgiam muitas notícias sobre a Parineeti estar em Sultan e não me parecia normal ela fazer par com o Salman. Provavelmente foi tudo plantado pela assessoria dela. Agora fazem sentido as notícias que venho lado sobre ela estar sendo cotada para Dhoom 4...relações públicas são tudo na vida de uma pessoa.

Fonte: Miss Malini.

- Invasora

Zarine Khan foi recentemente acusada pelos organizadores de uma premiação de ter ido de penetra ao evento. Ela se defendeu:

"Meu nome foi desnecessariamente manchado em tudo isto. Não sou este tipo de pessoa que penetra em eventos. Eu vou somente a lugares aos quais sou convidada. Não sou faminta por publicidade. E nem venho de uma criação assim. Venho de uma família muito simples. Se eu tivesse que invadir o evento, por que eu faria isto somente este ano?

Como me mudei para minha casa nova, pedi à minha agente para coordenar tudo com um funcionário da revista. Eles não tinham meu endereço novo. Este rapaz estava coordenando tudo com a minha agente e ela tem tudo salvo para mostrar como prova. Eles pediram a ela para eu chegar às 7 da noite e depois de chegar lá, eu até mesmo dei algumas entrevistas antes do prêmio e fiz outras atividades para eles. Se eu tivesse invadido, porque eles me pediriam para fazê-las? Eu não tinha os convites, mas talvez na falha de comunicação, eles possam ter ido para o meu antigo endereço. Agora que esta pessoa errou e seus chefes não sabem da confusão, estão colocando a culpa em mim."

Zarine também foi acusada de exigir sentar-se ao lado de Salman Khan, com quem estreou em Veer (2010).

"Eu direi exatamente o que aconteceu. Após entrar, vi que as duas primeiras fileiras estavam lotadas. Alguns atores estavam de pé como eu por 10 minutos, quando vi Salman sentado na primeira fila. Como sou muito próxima dele, fui cumprimentá-lo. Hoje estou em Bollywood por causa dele e eu nunca o desrespeitaria ignorando-o. Salman perguntou onde eu estava sentada e quando ouviu que eu não tinha um assento, insistiu para que eu me sentasse no dele, já que ele iria para os bastidores preparar-se para sua apresentação. Ele é muito cavalheiro. O funcionário veio e me mandou levantar de lá porque outras celebridades estavam vindo e ele não poderia deixá-las em pé. Eu respondi educadamente que eles não haviam me dado um assento, mas que Salman tinha sido gentil o suficiente para dá-lo, então não era certo me fazer levantar. Ele ficou insistindo, eu não queria fazer uma confusão e estragar a festa, então quietamente me levantei e fui embora."

Fonte: DNA India.

 - Vem aí

A sequência das sequências. O blockbuster dos blockbusters: a sequência de 3 Idiots! Não há nada certo, mas o diretor Rajkumar Hirani já falou sobre o assunto com o Aamir Khan, que disse que isso acontecerá em algum momento. Não sei se acho bom, mas certamente assistirei!

Fonte: Hindustan Times.

- Mais detetivões

Mais cheiro de separação no ar! Sigam as pistas:

"Outro relacionamento de Bollywood ruiu. Tristemente, desta vez é um relacionamento muito longo - quase 20 anos - que desmoronou. A esposa de um ator/produtor (que pertence à uma das maiores famílias de Bollywood) expulsou seu marido de casa. Isto é porque ela descobriu sobre o caso do seu marido com uma jovem atriz, mesmo que o marido e a atriz tenham negado o relacionamento. De fato, a atriz em questão até mesmo chamou o rapaz de "um irmão mais velho". A coisa é que um divórcio não é provável no caso deste casal, já que a família tem um patriarca assertivo que simplesmente não permitirá isso. Então agora ou o marido toma jeito, ou sai de casa permanentemente."

Essa história já está acontecendo há um tempo. O marido seria Sohail Khan, irmão de Salman. A esposa seria Seema Khan e a atriz, Huma Qureshi. O patriarca que não permite um divórcio é Salim Khan. Mais uma separação nessa família?



Fonte: Miss Malini.


- Oportunidades internacionais

A grande novidade da semana foi a participação da Sonam Kapoor no novo clipe do Coldplay, Hymn For The Weekend. O clipe mostra Beyoncé como uma estrela do cinema indiano e a participação de Sonam é mais para o final do vídeo. Confira o vídeo aqui.



Fonte: Youtube.

- Ela  

Já que vocês a amam, hoje finalizaremos com trechos de uma entrevista que a maravilhosa Deepika Padukone deu à Filmfare.

Piku, Tamasha, Bajirao Mastani...você está numa sequência. Qual é aquele momento de epifania para você como atriz?

"Foi mais num nível pessoal. Uma fase da minha vida na qual entrei há uns anos atrás, me destruiu e também me esclareceu. Foi sobre crescer, como Imtiaz Ali diz durante Rockstar. Mas sim, não gosto de falar sobre isso. Houve muita autodescoberta, muito aprendizado e muito coração partido incluídos. O aprendizado também veio do tipo de filmes que fiz e do tipo de pessoas com quem trabalhei. Quando cheguei à esta indústria, acreditava que uma heroína tivesse que ser de uma certa forma - isto é, ter um certo comprimento de cabelo, ter um certo tipo corporal, usar certo tipo de roupas, falar de um certo modo. Caí na armadilha do estereótipo do que uma heroína deveria ser. E então em Om Shanti Om, porque eu fui apresentada tão lindamente, eu genuinamente acreditava que seria assim em todos os meus filmes. Que alguém cuidaria de mim. Como Farah me motivava e dizia, 'querida, faça isso assim e fale assim'. Eu acreditei que todo diretor seria assim. Mas não foi assim."

Então?

"Então percebi que não seria assim. Na época era um meio predominantemente dominado por homens. Percebi que eu teria que cuidar de mim mesma. Além disso, antes eu lutava contra o sistema. Eu tentava me encaixar. Eu não cresci no meio do cinema. Mas eu fingia que eu sabia tudo sobre filmes. Quando ia às festas do meio, percebi que as pessoas só falavam sobre filmes. Eu tentava  mudar o assunto ou ficava completamente em silêncio. Ou eu apenas ia embora da festa porque me sentia tão estranha estando lá. Menti tantas vezes. As pessoas me perguntavam se tu tinha visto um filme e eu dizia sim, é claro. Em um bom dia, eu me livrava. Em um dia ruim, se alguém me questionasse sobre ele, eu era pega.

O sucesso lhe deu alguma auto-confiança?

"Eventualmente, eu me perguntava por que estava mentindo. Está tudo bem se você veio de um ambiente diferente onde não respiramos, comemos e dormimos com filmes. Até hoje, tenho muito que assistir. Não assisti a alguns dos clássicos. Mas hoje estou confortável o suficiente para falar que não assisti a um Sholay ou um Mughal-E-Azam. Hoje quando vou à uma festa, não tenho que socializar. Não tenho que conversar com todos. Estou bem assistindo as pessoas e sentada quieta no canto. E sim, as pessoas vêm  perguntam 'Você não está bem? Você parece estar mal'. Não estou mal, essa sou eu. Esta é quem eu sou. Não sou alguém que consegue conversar desnecessariamente com as pessoas. Fico mais confortável sentada com as poucas pessoas com as quais me identifico.



Todos os três filmes que você fez este ano mostraram diferentes formas de amor. Qual é o amor no qual você acredita? Já morou com alguém?

"Nunca estive num relacionamento de morar junto. Mas fui exposta a vários tipos de identificações que podem existir entre pessoas. Quando vim de Bangalore, era preto ou branco. Ao longo dos anos, percebi que há mais do que vemos numa base diária. Há todos os tipos de relacionamentos, todos os tipos de identificações. Eu posso não aprová-las pessoalmente, mas comecei a aceitar e entender que está tudo bem. Não sou ninguém para julgar as relações, por mais estranhas que possam ser. Mas ao mesmo tempo eu volto para minha casa e vivo da forma tradicional na qual fui criada. Eu só morarei com o meu marido. Uma relação de morar junto está fora de questão.

Voltando ao seu papel épico de Mastani, e se o seu homem amasse outra mulher?

"Primeiro, eu tentaria evitar essa situação. Eu não me habituaria a isso porque sou alguém que precisa ser amada e cuidada. Preciso que o meu homem seja meu."

Você nunca esteve na situação em que seu homem estivesse apaixonado por outra pessoa e você tivesse que lutar para recuperá-lo?

"Eu estive nessa situação e por esta razão eu não gostaria de estar numa situação assim outra vez. O relacionamento não funcionou por diversas razões. Mas preciso que o meu homem seja meu. Preciso da atenção dele. Preciso ser amada. Preciso ser cuidada. Também preciso de paz e estabilidade nos meus relacionamentos. Não consigo estar em relacionamentos voláteis."


De Yeh Jawaani Hai Deewani a Tamasha, como foi sua jornada com Ranbir Kapoor?

"Aprendi muito com Ranbir. Eu o respeito como ator. Quero assistir a cada processo dele. Quero saber tudo antes de ele fazer cada cena - ele está estudando suas falas, é tudo interno, ele está se trancando em uma sala e ensaiando, porque não é possível ser tão bom, tão sem esforço, sem fazer nada! Eu me recuso a acreditar nisso! Houve dias em que Imtiaz e ele faziam workshops para Tamasha. Eu tinha o dia de folga, mas queria vê-los. Eu queria saber como Imtiaz falava com Ranbir, o que dizia a ele para fazer aquilo acontecer. Um diretor tem uma identificação diferente, uma linguagem diferente com cada ator. Porque cada ator interpreta de forma diferente."

Ranveer deve estar muito seguro para você estar trabalhando com um ex?

"Ele está seguro? Você tem que perguntar a ele. O quão seguro ou inseguro é o meu namorado? Não posso responder a essa pergunta por ele. Seria injusto. Mas o que definitivamente direi é que vou tomar um pouco do crédito por isso. Também facilito sendo honesta sobre os meus sentimentos com todas as pessoas da minha vida, bons, ruins, do passado e do presente. Sou muito, muito clara e honesta que isso é assim. Eu deixo a relação mais fácil."

Como atores, Ranbir e Ranveer são destemidos em cena. Suas últimas atuações também se tornaram destemidas...

"Sim, eu não tinha isso antes. Antes eu pensava: 'você tem que aprender suas falas, ficar na frente da câmera e dizer as falas'. Eu pensava que atuar era isso. Mas hoje me sinto destemida. Não é como se quando eu leio o roteiro, eu fique segura de que vou conseguir. Havia uma piada em Tamasha pela qual passei noites em claro. Eu ficava ligando para o Imtiaz no meio da noite dizendo 'quero fazer isso, mas não sei como fazer'. O que sinto na frente da câmera agora é liberdade. Sou a pessoa mais feliz quando a câmera está ligada e estou atuando, é o sentimento mais libertador do mundo."

Vir a público falar sobre a depressão também a libertou?

"Sim, eu me senti libertada. Mas quando dizem que as celebridades devem falar sobre isso, também acredito que as celebridades devam falar a respeito se sentirem isso genuinamente. Quando é pedido a uma celebridade que apóie algo pelo qual não sinta genuinamente, isso fracassa. Eu escolhi a depressão devido a minha experiência pessoal; Eu tive um amigo que cometeu suicídio. É algo de que cuidarei, independente da minha carreira. É algo que farei pelo resto da minha vida. Ontem, uma jornalista queria falar comigo por um minuto após a entrevista. Eu sabia exatamente o que era. Lutando antes esse ano, ela tinha acabado de sair de sua depressão. Ela disse ' eu vi a sua entrevista, você me deu força'. É tudo o que eu queria.

É difícil viver sozinha com tanto acontecendo ao seu redor?

"É difícil. Na noite passada percebi uma coisa simples. Acordei tossindo muito e senti falta da minha mãe. Se estivesse lá, ela sairia do seu quarto, dormiria comigo ou se certificaria de que eu tivesse tomado o remédio. Quanto mais trabalho, mais sinto falta dessas pequenas coisas. É difícil gerenciar uma casa.

Eu levo adiante porque esta é a vida que escolhi. Ninguém me forçou a estar aqui. Mas por tudo que ganho profissionalmente, há um número igual de sacrifícios a fazer. Eu digo ao Ranveer que é tão fácil para as pessoas que moram na idade, porque elas têm toda a sua base aqui. Você pode acordar de manhã, tomar um banho e sair de casa sabendo que ela está sendo cuidada. Eu não tenho esse luxo. Uma grande quantidade de energia e tempo é colocada para assegurar que tudo está sendo cuidado."

Por que você não assinou nenhum filme, apesar de ter tido um ano de tanto sucesso?

"Porque ainda não fiquei animada com nada do que li. Eu li muitos roteiros. Encontrei muitos diretores nos últimos meses. Mas mais do que encontrá-los, tenho lido através da imprensa sobre certos projetos que teriam vindo até mim. Eu oficialmente não recebi ofertas de nenhum dos filmes sobre os quais escreveram. Esta é a verdade honesta. Quer seja um filme com Aanand L. Rai, Sriram Raghavan ou a biografia de Saina Nehwal, eu não assinei nada.

Fonte: Filmfare.

E fechamos o dia com esta mulher incrível. Até a próxima!

5 comentários:

  1. Deepika como sempre uma deusa♡♡
    Rishi Kapoor melhor pessoa do twitter ahhahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem Rishi, não existe alegria em Bolly.

      Excluir
  2. “Não sou alguém que consegue conversar desnecessariamente com as pessoas. Fico mais confortável sentada com as poucas pessoas com as quais me identifico.

    Identificação total!!. Deepika é humana ;)

    Raquel

    ResponderExcluir

E aí, o que tem a dizer? Deewaneie!

Comentários ofensivos serão excluídos.