As grandes produtoras de Bollywood

20.5.18 Carol 4 Comments

Em todo início de filme somos apresentados às produtoras que investiram seu tempo e dinheiro na esperança de que aquela obra seja um novo sucesso de bilheteria. Vários artistas possuem suas próprias produtoras, como Shahrukh Khan (Red Chillies Entertaiment), John Abraham (JA Entertainment), Aamir Khan (Aamir Khan Productions) e Anushka Sharma (Clean Slate Films), que produziram clássicos como Lagaan e Om Shanti Om ou inovações como Vicky Donor e NH10. Hoje conheceremos algumas das produtoras mais famosas de Bollywood, não associadas a produzir filmes apenas para atores específicos.


RAJSHRI PRODUCTIONS




Esta é uma das mais tradicionais produtoras da indústria, lançada em 1962 por Tarachand Barjatya. O foco desde o início e mantido até os dias de hoje por seus netos Sooraj Barjatya e Kavita Barjatya é na produção de filmes voltados para o público familiar, com transmissão de firmes valores morais para os espectadores. Podemos facilmente reconhecer os filmes da Rajshri pelas cenas e musicais com rituais tradicionais do hinduísmo.

O primeiro filme da produtora foi Aarti (1962) e o primeiro grande sucesso veio dois anos depois, com Dosti, que trouxe atores praticamente desconhecidos. Em 1989, Sooraj Barjatya aventurou-se na direção com Maine Pyar Kiya, filme de estreia de Salman Khan. A mesma dupla de diretor e ator reuniu-se novamente em 1994 com Hum Aapke Hain Kaun...!, filme que revolucionou o cinema indiano ao trazer novamente as famílias para as salas de exibição ao afastar-se das temáticas violentas do cinema da época, com uma história sem agressividade ou vilões. O filme representou uma revolução no cinema indiano, revigorando uma indústria em franco declínio e redefinindo o que se entendia por blockbuster.


A Rajshri experimentou lançar alguns filmes com temática mais contemporânea, como Main Prem Ki Deewani Hoon (2003) e Isi Life Mein (2010), mas não obteve sucesso na empreitada. Eles têm lançado poucos filmes nos últimos anos, com destaque para os sucessos Vivah (2006) e Prem Ratan Dhan Payo (2015).


VISHESH FILMS




Os irmãos Mahesh e Mukesh Bhatt abriram a empresa em 1986 e a nomearam em homenagem ao filho de Mahesh, Vishesh. Os dois irmãos dirigiram os catorze primeiros filmes da produtora, entre os quais destacou-se o romance Aashiqui (1990), que anos depois receberia um remake. Nos anos recentes a produtora tem lançado filmes de baixo orçamento, alguns com temática sexual e de terror, como os thrillers eróticos Raaz (2002), Murder (2004) e Jism (2003). Todos esses filmes tiveram sequências, outra característica atual da produtora. O ator Emraan Hashmi, sobrinho de Mahesh e Mukesh, é bastante associado à imagem da Vishesh por ter estrelado quinze filmes dela.



YASH RAJ FILMS


Todo ator novato sonha com uma estreia na glamourosa e colorida YRF, companhia fundada pelo lendário diretor Yash Chopra em 1970. Hoje a empresa conta com uma estrutura grandiosa que controla todo o processo de elaboração de seus filmes, desde a produção até a distribuição, marketing e afins. Seu primeiro filme foi Daag: A Poem of Love (1973), dirigido pelo próprio Yash Chopra, que também dirigiu numerosos sucessos para sua empresa como Kabhi Kabhie (1976), Chandni (1989) e Veer-Zaara (2004). A YRF exerceu importante papel de sucesso na carreira de Shahrukh Khan com Dilwale Dulhania Le Jayenge (1995), dirigido por Aditya Chopra, filho de Yash. A companhia é hoje dirigida pela família, com os irmãos Aditya e Uday Chopra e sua mãe Pamela no comando. A esposa de Aditya, Rani Mukerji, também faz parte da direção. O gerenciamento da empresa é em sua maioria familiar, com exceção do vice-diretor Aashish Singh.



As comédias românticas dos últimos anos da empresa foram responsáveis pelo lançamento de atores famosos como Anushka Sharma, Parineeti Chopra e Ranveer Singh. É comum a YRF lançar novas estrelas com um contrato de três filmes, o que mantém a imagem dos atores associada à marca. Apesar de a imagem principal da empresa ainda ser associada ao romance, a série Dhoom e filmes recentes de Salman Khan como Sultan e Ek Tha Tiger também são interesses da produtora.

UTV MOTION PICTURES




A UTV foi fundada em 1996 pelo casal Ronnie e Zarina Screwvala, sendo parte do conglomerado empresarial da UTV Software Communications. Seu primeiro filme foi a produção indo-canadense Such a Long Journey (1998), dirigido pelo canadense Sturla Gunnarsson. A produtora se destacou por seu estilo executivo e urbano, diferenciando-se das tradicionais produtoras familiares de Bollywood pela visão comercial estratégica e colocando-se como protagonista do processo de profissionalização da produção de filmes em Bollywood. O primeiro grande sucesso de público e crítica veio em 2006 com o drama social Rang de Basanti e nos anos seguintes houve investimento em outras obras com temáticas ousadas, como a indústria da moda em Fashion (2008). A empresa faz muitas parcerias para co-produção com outras produtoras, tendo assim participado de sucessos como Dangal (2017) e Chennai Express (2013).



NADIADWALA GRANDSON ENTERTAINMENT PVT LTD



A família Nadiadwala está no ramo do cinema desde 1955 e o primeiro filme produzido por ela foi Inspector (1956). A família já está em sua terceira geração na indústria, sendo Sajid Nadiadwala o responsável pela retomada dos negócios. Ele abriu e nomeou a empresa em 2005 ao tornar-se produtor independente e desde então a produtora destaca-se principalmente pelos filmes de comédia e ação, como Hey Babyy (2007), Judwaa (1997), Heropanti (2014) e a série Housefull. Sajid estreou como diretor em 2014 com o blockbuster Kick (2014). Os dramas Tamasha (2015) e Rangoon (2016) foram duas incursões recentes da empresa no gênero dramático, mas não tiveram bom desempenho. Os filmes comerciais de massa seguem sendo o carro-chefe da empresa.



DHARMA PRODUCTIONS




Yash Johar fundou a Dharma em 1976 e teve bastante sucesso com Dostana (1980), estrelado por Amitabh Bachchan e primeiro filme da Dharma. O sucesso não foi repetido pelos 18 anos seguintes, tendo a companhia amargado sucessivos fracassos na bilheteria até o momento de o filho de Yash, Karan Johar, lançar seu primeiro filme, Kuch Kuch Hota Hai (1998). O imenso sucesso comercial do filme recolocou a Dharma no mercado, posição que foi fortalecida pelo segundo filme de Karan, Kabhi Khushi Kabhie Gham (2001). Yash faleceu após o lançamento de Kal Ho Naa Ho (2004), que também foi um enorme sucesso de bilheteria. Karan não tinha conhecimentos do gerenciamento da empresa, mas assumiu a direção da Dharma após a morte do pai e convocou seu amigo Apoorva Mehta para ajudá-lo.


Karan revolucionou a direção artística da empresa, inserindo em seus filmes temas pouco explorados pelo cinema comercial como a homossexualidade em Dostana (2008) e infidelidade conjugal em Kabhi Alvida Naa Kehna (2006). As comédias românticas jovens e urbanas são a principal característica da empresa, além do lançamento de novos diretores como Karan Malhotra em Agneepath (2012) e Punit Malhotra em I Hate Luv Storys (2010). Recentemente também houve incentivo ao lançamento de jovens atores, com destaque para o trio Alia Bhatt, Sidharth Malhotra e Varun Dhawan em Student Of The Year (2012).

VINOD CHOPRA FILMS




O diretor Vidhu Vinod Chopra lançou sua própria empresa em 1985 com o filme Khamosh. Seu próximo lançamento foi Parinda (1989), que também dirigiu e fez enorme sucesso de público e crítica, mudando a representação da violência no cinema indiano. Os próximos lançamentos da produtora foram também dirigidos por ele, o que mudou em 2003 com Munnabhai M.B.B.S, sucesso estrondoso de Rajkumar Hirani. Hoje ele é responsável pelos enormes sucessos comerciais da produtora, como 3 Idiots, Lage Raho Munna Bhai e P.K.



BALAJI MOTION PICTURES


O ator Jeetendra deu início à Balaji em 2001, sendo ela uma subsidiária da sua empresa Balaji Telefilms, fundada em 1994 e focada na produção de conteúdo para a televisão, como telenovelas e reality shows. A companhia é totalmente dirigida pela família, tendo na direção a esposa de Jeetendra, Shobbha Kapoor, e seus filhos Tusshar e Ekta. 


Ekta Kapoor foi a responsável pela entrada da família na produção para cinema com o fracasso comercial Kyo Kii... Main Jhuth Nahin Bolta (2001). O primeiro sucesso veio em 2005 com Kyaa Kool Hai Hum, a primeira comédia sexual da indústria. A partir de 2007 foram feitos investimentos em filmes com temáticas mais pesadas que chamaram a atenção da crítica, como  Shootout at Lokhandwala, Love Sex Aur Dhoka e Shor In The City. Em 2011 público e crítica ficaram impressionados com a biografia da atriz Silk Smitha em The Dirty Picture. Os últimos anos trouxeram alguns sucessos, como Main Tera Hero (2014) e Udta Punjab (2016) e o investimento em comédias sexuais segue firme.

E aí, percebeu que alguma produtora é responsável pela maior parte dos seus filmes favoritos? Conte qual!

4 comentários:

  1. Acho que já vi um pouco de cada. Todas tem bons filmes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade! Acho que a Vishesh tem a maior quantidade de filmes extremamente ruins, mas todas tem seus méritos.

      Excluir
  2. Estou esperando sentada a Vishesh produzir um terror de qualidade em BOlly.
    Ainda não vi Pari da Clean Slate Films...Talvez supra a necessidade que Bolly tem de algo mais substancial para o gênero.

    Raquel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se formos esperar qualquer coisa de qualidade da Vishesh, vamos morrer na espera rs

      Excluir

E aí, o que tem a dizer? Deewaneie!

Comentários ofensivos serão excluídos.